[ Remember the past ] Dia 2 – Exames

Já voltei do Fleury. Até que foi rápido!

Tirando o fato de ter que fazer o maldito exame de sangue (sim, odeio agulha), até que foi super sussegado. Ah, meu pai aproveitou e fez a gente tomar vacina contra a gripe (uhuul, mais agulha), só por prevenção. A empresa que ele trabalha estava falando que já era um começo para evitar a gripe suína, tudo bem que a gente é chique de mais e só pega a gripe suíça 😀 hehehehehe brincadeira….

O Ecodopplercardiograma é bem sussegado, no começo o gel está quente então não é tão ruim, mas vai chegando no final ele já está frio. Além disso, a única coisa que realmente foi ruim, foi quando ela tentou ver o coração pela barriga, difícil explicar. Tentando: sabe onde as costelas acabam? Então, a médica pediu para relaxar bem o abdômen e empurrou um pouco a barriga para o ultra-som “olhar” para cima. Ninguém deve ter entendido, mas acreditem que foi bem ruim! hehehehehe

Terminando o exame, a médica que fez a Eco, pediu para ligar para o cardiologista que tinha feito o pedido do exame. Ela disse que o coração estava no tamanho normal, mas que existia alguma coisa ali de diferente entre o coração e o pulmão esquerdo. Falei com o cardiologista e ele disse que era preciso ver o que era e que ele estava disposto a ajudar. Falamos com minha mãe, meu pai tinha ido comigo no Fleury fazer os exames, e decidimos falar com outros médicos. Amanhã vou falar com um cardiologista do Hospital Israelita Albert Einstein, mas só vou falar com ele amanhã de noite, umas 22h00, ele está em congresso e vai me atender quando voltar. Enquanto isso, um pouco antes, farei uma tomografia lá no hospital mesmo.

Abraços,
Gui Mori

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *