DOE SANGUE!

Ontem foi o dia mundial do doador de sangue e deixo meu sincero PARABÉNS para aqueles que fazem da doação uma rotina! Mas não é por isso que estou aqui hoje! Apesar de querer muito doar, não sou permitido por lei, infelizmente! Os Bancos de Sangue do Brasil precisam de doações!

Doação de Sangue

Os pacientes que necessitam de transfusão podem contar somente com a solidariedade de pessoas, que têm o privilégio de ser saudáveis e que se dispõem a DOAR O SEU SANGUE, através de um ato de amor ao próximo.

Em muitos casos, a transfusão de sangue é a única esperança de vida.

Importante

  • A doação é um procedimento totalmente seguro.
  • O volume coletado é de aproximadamente 450 ml (padrão internacional), o que representa menos de 13% do total de sangue do corpo de um adulto.
  • O doador não se expõe a nenhum risco de contaminação.
  • A doação de sangue não engorda e nem emagrece, não afina e nem engrossa o sangue.
  • Não é necessário jejum, porém após o almoço pede-se um intervalo de 2 horas para iniciar a doação.
  • Não exige mais doações.

Doar sangue é um ato humanitário que enobrece e traz uma satisfação interior muito grande. Afinal, por meio desse ato, você ajuda a salvar vidas.

O processo de doação de sangue

O sangue, ou seu componente, transfundido num paciente, deve ser coletado de indivíduos saudáveis, preparado e estocado de forma adequada.

O processo para doação de sangue inicia-se com o cadastro dos dados de identificação do doador e a apresentação de um documento de identidade com fotografia.

Após o almoço pede-se um intervalo de 2 horas para iniciar a doação.

A seguir, o doador é submetido a uma entrevista, na qual seu histórico médico, seus hábitos e suas condições de saúde são verificados e anotados num questionário, com o objetivo de certificar-se de que a doação não será prejudicial ao doador e nem ao receptor. A entrevista é realizada individualmente, por profissional capacitado, não sendo permitida a presença de acompanhantes.

Obs.: os critérios utilizados para seleção do doador são determinados pela legislação nacional (RDC 57 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e por órgãos internacionais (Associação Americana de Bancos de Sangue).

Ao término da entrevista, verificam-se a pressão arterial, a pulsação e a temperatura. Além disso, uma pequena punção digital (que é um pequeno furo na ponta do dedo) é feita a fim de obter uma gotícula de sangue para determinação rápida da hemoglobina (teste de anemia).

A coleta é realizada numa cadeira na posição semi-sentada. Uma veia de um dos braços é puncionada e um volume de 400ml a 450ml é coletado numa bolsa plástica, que contém solução anticoagulante e preservante. Cerca de 40ml de sangue são coletados para execução dos testes laboratoriais para doenças infecciosas transmissíveis por transfusão e tipagem sanguínea.

Finalizada a coleta, o doador é encaminhado à sala do lanche para alimentar-se e ingerir líquido. O tempo de permanência total no banco de sangue é de, em média, 40 minutos.

Texto retirado do site institucional do Hospital Israelita Albert Einstein

Abraços,
Gui Mori

3 thoughts on “DOE SANGUE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *