Dia Nacional de Combate ao Câncer, Doação de Plaquetas e Café & Acolhimento

27 de Novembro chegou mais uma vez é com ele o Dia Nacional de Combate ao Câncer! Como era de se esperar, a AMIGOH fez uma campanha bem legal para levantar fundos para as pesquisas que ela apoia. Tiveram diversas exposições dentro do próprio Einstein, e também no Conjunto Nacional, aqui em SP. Como sempre, deixei que usassem “meu” totem e minha história, que estava hoje na recepção da Oncologia do Hospital.

Totem

Outra parceria legal que fizeram foi com os prestadores de serviços dentro do próprio hospital que doaram parte da renda de hoje (como estacionamento, cafés, máquinas de auto-atendimento) para as pesquisas. Quando entrei no meu carro, saindo de uma reunião do ComVida, me deparei com o panfleto de que meu pagamento para o estacionamento havia sido doado para a campanha!

IMG_20141128_000813

Infelizmente ainda enfrentamos uma grande dificuldade no acesso aos tratamentos dos mais diferentes cânceres. E, as vezes, mesmo quando temos acesso, não significa que será 100% bem sucedido. O corpo e a doença possuem grande mistérios que ainda não descobrimos. Por conta disso deixo uma dedicatória para quatro pessoas que se foram recentemente, mas não sem antes mostrar que vieram para batalhar e brilhar: Miguel Ruiz (pai de uma grande amiga), Catharina Duarte, João Ronaldo e Daniela Rodrigues!

Doação de Plaquetas

A Bru me passou de uma criança que precisa muito de uma doação… de plaquetas! É quase igual à doação de sangue, mas demora um pouco mais, além de precisar fazer um exame de sangue logo antes de doar. O Rodrigo Feder está com Leucemia e internado no Hospital Albert Einstein. Quem puder doar plaquetas para ele, as infos do Einstein:

Telefone: (11) 2151-0457.
Horários: segunda a sexta, das 08h às 21h. Aos sábados, das 08h às 17h. Aos domingos, das 08h às 14h.

Para os que não puderem doar diretamente por estar fora de São Paulo, procurem o hemocentro mais próximo e DOEM!

Café & Acolhimento

Hoje tive a oportunidade de conhecer, rapidamente, o Rogério, que foi diagnosticado com Mieloma Múltiplo. Essa doença ainda é muito pouco conhecida e, pelo que me contou, muitas vezes não diagnosticada corretamente. Apesar de não ter uma cura propriamente dita, quando diagnosticado corretamente, o tratamento pode ajudar a evitar o avanço da doença. Como não encontrava muitas informações, decidiu fazer uma busca e compartilhar seus achados em um blog: http://mielomamultiploabc.blogspot.com.br/ além de promover encontros de acolhimento para amigos, familiares, profissionais da saúde e pacientes com mieloma múltiplo e outros tipos de câncer. Parabéns pelo trabalho!

Abraços,
Gui Mori

É o fim…

… de um ciclo, e o início de um novo! Cinco anos se passaram e estou de alta! Nada melhor do que poder comemorar uma data dessas. Enfim, é o fim! =)

Dear Family (once again),

Família que cresceu. Família que, além de pai, mãe, irmãos, namorada, avós, primos, primas, tios e tias, considero aqui, e sempre, meus amigos, amigas, médicos, médicas, enfermeiros e enfermeiras que cuidaram e cuidam de mim. Em 2009, com vinte anos, um mês e vinte dias, descobriram que era portador de três linfomas não-hodgkin de grandes células B, crescimento… esquece, não preciso mais repetido isso, certo?

O mal que me fez abrir os olhos e perceber o que eu não podia enxergar, chegou ao fim. Após longos cinco anos de espera, aqui estamos. Acabou! O Dia C, que pode ser de carequinha, cura, cacilda cabou e de muitas outras coisas, mas não mais de câncer, enfim pode ser comemorado com tranquilidade.

Há algumas semanas passamos por um susto, oculto para quase todos até agora. O que parecia não poder ser realidade, aconteceu. Em um momento de descontração senti um pequeno caroço em meu pescoço. Gelei. Não sabia o que fazer, exceto me preparar para qualquer coisa que pudesse ser. Adiantei meus exames e minha consulta. O resultado? Não era nada. Não era NADA! Repeti o exame para garantir. Dessa vez? Não era nada! Alívio, a contagem continua.

Eu poderia escrever uma música, um poema, ou um milhão de páginas, mas nada disso seria capaz de demonstrar o quão importante essa família foi e sempre será para mim.

Aaron Sorkin disse uma vez: “Você vai cair. Mas o mundo não dá a mínima para o número de vezes que você cai, desde que ele seja menor do que o número de vezes que você se levanta”. Obrigado a todos que estiveram nos mais diferentes momentos e seguraram na minha mão, sucesso e fracasso são muito mais divertidos se forem compartilhados com outras pessoas.

Obrigado por serem minha família,
Guilherme Mori

Contagem regressiva, Dia C e Viagem…

Estamos muito próximos de comemorar a chegada do Ano 5! Por ser o dia da cura, carinhosamente apelidei de meu Dia C! Mas também, se quiserem chamar por causa do Carequinha, também serve! haha 😀

O Dia C será 1090 dias, 0 horas, 22 minutos, 4 segundos atrás, !!! Falta muuuito pooouco!!!

Aproveitando para voltar a postar, a Bru e eu acabamos de voltar de uma longa viagem de 22 dias! Passeamos pela França, Mônaco, Itália, Grécia e Turquia! Vamos postar, aos poucos, nossas dicas e experiências de cada um dos lugares! Muitas das coisas tivemos que se virar sem dicas e por isso vamos deixar algumas delas aqui! Ah, claro que com várias fotos para contar tudo! 5.424 fotos, para ser mais exato (não, não vou colocar todas hahaha)!

Abraços,
Gui Mori

 

Animações

O Hospital Albert Einstein tem um canal muito interessante no YouTube. Eles colacam diversos vídeos sobre os mais diferentes temas, inclusive de animações explicativas – revisadas pelos próprios médicos. O Minhas História são vídeos de pacientes que se trataram no Einstein, ou tiveram sua vida mudada por ele. Foi um dos lugares que contei a minha história (e quando eu ainda tinha mais cabelo haha).

Mas uma das coisas mais interessantes que eles colocam lá são as animações simples e explicativas. Na semana passada, logo depois que postei o vídeo falando sobre mutações e a perfeição (de executar tarefas) do corpo, eles colocaram quatro vídeos da Oncologia que achei bastante interessante para compartilhar:




Acho importante dizer, sobre o último vídeo, que é legal as crianças brincarem (e os adultos também), claro que com suas limitações por conta do tratamento. Mas o simples fato de alterar um pouco a rotina para coisas mais prazerosas ajuda muito a deixar o processo mais tranquilo para todos!

Abraços,
Gui Mori

Perfeição da máquina

Lembro uma vez que estava conversando com um amigo meu da faculdade (que depois de se formar em administração decidiu fazer medicina e passou na primeira tentativa) sobre a perfeição da máquina que é o corpo humano. Ou melhor, sua quase perfeição, pois erros acontecem. As células se reproduzem de maneira MEGA complexa, edurante essa reprodução podem acontecer erros. Alguns erros são positivos, outros neutros… e alguns negativos, é assim que a coisa funciona.

É uma coisa mágica (hahaha)! Essas mutações podem levar a comportamento inesperado de divisão de células de forma incontrolada. Temos assim um … – wait for it – … câncer! Mas, se as células se dividem constantemente e geram por volta de 120.000 erros na replicação do DNA cada vez que fazem isso… como é que nem tudo vira algo ruim? Aí é que entra a perfeição da máquina… e do seu sistema de correção de erros (se é que podemos falar assim). O vídeo abaixo explica muito bem tudo isso, tem 9-10 minutos, mas vale muito a pena, encontrei enquanto lia no Gizmodo:

Espero que gostem!

Abraços,
Gui Mori

Está chegando!

Há exatos CINCO anos, mais precisamente no dia 12 da saga, era O Início, finalmente o diagnóstico dado. Agora estamos longe disso, cada vez mais perto de um final e um novo início.

E isso tudo será 1090 dias, 0 horas, 22 minutos, 4 segundos atrás, , AGUARDEM! =)

Abraços,
Gui Mori