Palestras Abertas Einstein

Já faz alguns anos que venho colaborando em um grupo voluntário no Hospital Albert Einstein aqui em São Paulo. Inicialmente o nome era PROCAP, mas no último ano mudamos para um mais acolhedor e que fizesse mais sentido, estivesse alinhado com o hospital e tivesse um planejamento (muito) mais preparado e estruturado. Nasceu assim, o ComVida:

0

Formado por pacientes, ex-pacientes, familiares e funcionários do Hospital, o grupo vem promovendo diversos eventos, dentre eles, uma série de palestras com médicos e equipes multidisciplinares da área da Onco e Hematologia. Abordando diferentes temas, as palestras são abertas para que qualquer pessoa participe. No pr’xoimo dia 04/03/2015, teremos um novo evento que abordará os “Aspectos Humanos do Relacionamento com Pacientes: Importância e Dificuldades”, voltado principalmente para médicos, enfermeiros, equipes multidisplinares e profissionais da saúde. Estes eventos são gratuitos e não necessitam de inscrição.

0

Abraços,
Gui Mori

Mônaco

Aproveitando que estavamos em Nice, visitamos o Principado de Mônaco, o segundo menor país do mundo (perdendo só para o Vaticano). Mas não se deixem enganar: a cidade é fantástica. Com seus moradores mais ricos que o Tio Patinhas e carrões desfilando pela cidade (boa parte Ferrari), a cidade é bem fácil de chegar! Pegamso um trem de Nice e em aproximadamente 20 minutos chegamos lá. O custo do trem, ida e volta, é por volta de €9,00 e sai, mais ou menos, a cada uma hora da estação de Nice.

Estação de Trem

Apesar de pequena e estreita, a cidade é bastante difícil e confusa, já que está em um morro bastante grande. No mapa tudo parece bastante perto, mas na maior parte das vezes é só impressão. A cidade conta com vários elevadores públicos para ajudar, ou se preferir você pode caminhar (bastante) em subidas e descidas! Para se encontrar por lá é bom estar com um mapa, ou perguntar! Tentamos marcar os elevadores no nosso mapa, mas não é tão preciso assim, e os elevadores também não são assim tão chamativos, vale prestar bastante atenção.

A hospedagem é bastante cara, então recomendamos ficar em Nice e passar meio dia/um dia em Monaco e depois voltar, sai mais barato, mesmo que queira ir mais de um dia para lá! A cidade como um todo (comida, museus e hospedagem) tem os preços bem elevados. Caso queira conhecer a cidade e fazer um tour geral (sem parar), na frente do Museu Oceanográfico tem um trenzinho chamado Azur Express que passa pelos principais pontos (sem você ter que caminhar). Algo que não nos avisaram é que podiamos descer no meio do passeio (basta avisar o motorista), mas depois não pode voltar e usar novamente. O preço para adultos é de €9,00 e para crianças €5,00.

Monaco Tours – Principality of Monaco Tourist Trains

Azur Express

O principal da cidade é o Cassino de Monte Carlo! Mas atenção: existem horários certos para se visitar destrambelhado (bermuda e camiseta), depois desse horário precisar estar em traje de gala! Se você só tem interesse em ver como é, recomendo ir nesses horários e ver como é lá dentro. São só as duas primeiras salas disponíveis para turistar, e não pode tirar foto. As apostar da mesas de blackjack e roleta são mais altas, então nem pensei em jogar absolutamente nada (já basta a cidade ser cara haha).

Cassino de Monte Carlo Cassino de Monte Carlo

Logo ao lado do Cassino temos o Cafe de Paris, um restaurante bastante caro, mas que meu pai convidou, a distância mesmo, eu e a Bru para comer alguma coisa. Tomamos uma taça de sorvete (já que o calor era absurdo) e dois refrigerantes. Pasmem, o valor da conta foi de €33! Isso mesmo, por volta de uns R$100~R$120! Mas valeu a experiência. E o lugar é bastante movimentado!

Cafe de Paris Cafe de Paris

Em um dos pontos mais altos da cidade existe o Jardim Exótico com plantas e árvores de vários lugares. Esse lugar é pouco comentado e não aparece no tour do trenzinho. A vista é bastante bonita e a paisagem vale a pena. Nos perdemos bonito para chegar lá, mas depois decobrimos que saindo da estação de trem, para a direita, tem um elevador público que leva para a avenida do jardim e fica uns 10 minutos caminhando. Como iamos passar por Paris, levamos alguns cadeados para colocar na Pont des Arts, e acabamos deixando um deles no Jardim! haha

Jardim Exótico Jardim Exótico Jardim Exótico Jardim Exótico Jardim Exótico Jardim Exótico Jardim Exótico Jardim Exótico Jardim Exótico

Um pouco mais afastado de tudo, passando pelo Cassino, mas próximo do mar, temos um calçadão da fama do Futebol, o Golden Foot. São diversos jogadores que receberam premiação, como Ronaldinho Fenômeno, Ronaldinho Gaúcho e Zico, mas não encontramos o pé do Pelé, e infelizmente encontramos do Maradona! Cada você, Pelé?!

Golden Foot Golden Foot

Por último visitamos o Museu Oceanográfico. São vários aquários e uma parte bem grande “seca”, com várias exposições e materias, algumas coisas são interativas. A exposição é bem grande, mas o preço é bastante elevado (Adultos €14; Crianças até 12 anos: €7;  Estudantes até 18 anos: €10). Os aquários são bem bonitos e tem tubarões, nemos (peixe palhaço), anêmonas e vários outros peixes.

Museu Oceanográfico Museu Oceanográfico Museu Oceanográfico Museu Oceanográfico Museu Oceanográfico Museu Oceanográfico

Abraços,
Gui Mori

-webkit-transform e a eterna batalha com o iPhone

Desde Dezembro estou ajudando a Bru a desenvolver um novo negócio, o Dicaria, um site de avaliação de produtos. Em breve colocarei mais informações, mas agora vou leventar outros problemas e compartilhar um pouco do sofrimente que tive com o desenvolvimento para mobile, exclusivamente para iPhone utilizando o navegador Safari. Especificamente na parte de CSS e animação, demorei para descobrir porque o site abria em todos os navegadores, exceto no Safari e somente para iPhone (nos iPads funcionavam normalmente).

Como não tenho nenhum aparelho iChatinho, tive que utilizar o BrowserStack para conseguir fazer os teste, junto com o JSFiddle. Depois de vários teste, e algumas boas horas de stress, descobri que o problema está na falta de capacidade do aparelho em processar algumas poucas animações (no caso estava animando o tamanho da fonte + posição + rotação). Fiz pensando em minimizar ao máximo os recursos, usando css que é mais leve, mas também deixando uma boa usabilidade. Mas é incrível como a maçã mordida atrapalha a nossa vida (como se já não bastasse o Internet Explorer).

O que tive que fazer foi trocar meus keyframes que usavam mais ou menos o seguinte padrão:

-webkit-transform: rotate(180deg);
font-size: 0em;
left: 26px;
top: 29px;

para animar apenas a rotação e transparência (o que tira um pouco o tchans da trasnformação, mas pelo menos resolveu o problema).

-webkit-transform: rotate(180deg);
opacity: 0;

Em resumo, evitem muitas animações com keyframes no iPhone, já que ele tem muitas limitações nesse sentido e evitem maiores dores de cabeça como as que eu tive.

Abraços,
Gui Mori

Nice – França

Como eu já estava devendo, vou começar por colocar as dicas do que fizemos em nossa última viagem, começando por Nice – França.

Tivemos problema com nosso vôo da Air France por conta da greve na época, e tivemos que mudar de última hora nosso transporte de Paris para Nice para o TGV. Utilizamos o iDTGV, os trens são muito bons e são divididos em duas categorias: iDZen e iDZap. O primeiro, como o nome mostra, é voltado para quem está sozinho e/ou quer mais tranquilidade. Ideal para quem quer ler um livro, assistir um filme/ouvir música (com fone de ouvido, claro, e não muito alto) e evitar crianças correndo de um lado para o outro. Já o iDZap é para quem não se importa com barulho, que quer conversar, jogar cartas, falar no telefone etc. Os preços são os mesmos, variando apenas de acordo com a demanda. Quando compramos nossa passagem os preços da primeira e da segunda classe estavam iguais, então optamos por ir pela primeira classe já que o espaço era maior. O preço da passagem, por pessoa, foi entorno de €80~€90, mas tivemos que comprar em cima da hora, já que o vôo foi cancelado 2 dias antes da nossa viagem!

Estação de Trem TGV TGV

Por não termos carro e usarmos na maior parte do tempo trem, optamos por um hotel próximo à estação de trem. Não é das melhores regiões, mas é bastante tranquilo de se caminhar (a cidade é bem iluminada, até mesmo embaixo das pontes/tuneis). Ficamos no Hotel Parisien, que fica logo atrás da estação de trem, um hotel 2 estrelas que o único problema foi o tamanho do box do banheiro, que era BEM pequeno, mas também estava bem OK! A diária saiu por €69 no final do mês de setembro.

Hotel Parisien - Entrada Hotel Parisien - Recepção Hotel Parisien - Quarto Hotel Parisien - Quarto

O quarto da direita, com a mesa, é extamente o que nós ficamos! Ele é bastante confortável. Abaixo outros hotéis estilo o que ficamos e também muito bem avaliados!

★★ Nice Garden Hotel, Nice, França

★★ Villa Saint Hubert, Nice, França

★★ Appart’hôtel Ajoupa, Nice, França

Ao lado do nosso hotel (2 min caminhando) tinha estação de Tram/Bonde. Como a cidade de Nice é bastante plana e pequena, acabamos por fazer tudo a pé, mas poderiamos ter ganhado um tempo usando o transporte. Pela avenida principal (+ uma rua) é possível chegar em todos os principais pontos da cidade.

Tram Place Massena

Um ponto bem legal é a Feira na Cours Saleya, ela funciona todos os dias e dá para comprar frutas frescas para comer na hora, muitas flores e outras comidas (comemos uns pães gostosos e amoras por lá e valem a pena)! A região da praça tem muitos restaurantes e é possível se comer bem (se bem que o atendimento, principalmente se você chegar um pouco mais tarde que o horário padrão de almoço, não é sempre dos melhores). Na parte da noite a praça é bem movimentada e todos os restaurantes ficam bem cheios. Para visitar a feira, recomendamos que cheguem cedo, é mais tranquila e dá para tirar melhores fotos. Os horários são:

  • Mercado de Flores: 6h – 17h30 (Terças, Quintas e Sextas); 6h – 18h30 (Quartas e Sábados) e 6h – 13h30 (Domingos e feriados);
  • Mercado de Frutas e Vegetais: 6h – 13h30 (todos os dias, exceto Segundas);
  • Mercado de Antiguidades: 7h30 – 18h (Segundas, exceto feriados);
  • Entre Junho e Setenbro, existe uma feira de artesanato que vai das 18h até a meia-noite.

Cours Saleya Cours Saleya Cours Saleya Cours Saleya Cours Saleya

Do hotel para a Cours Saleya, passamos pela praça principal da cidade, a Place Massena, onde tem vários artistas de ruas mais para o final do dia, espelho d’água e várias estátuas iluminadas de noite. Lá você também encontra restaurantes, alguns lugares mais “fast-food” e a Galeries Lafayette.

Place Massena Place Massena Place Massena Place Massena

Passando as praças temos o Mar! As prais de Nice são de pedrinhas, então é bom estar de tênis/chinelo mais preso e levar uma toalha! Canga não resolve por ser muito fina (e deve estragar/rasgar). Ao longo da praia é possível caminhar pelo calçadão e chegar até o porto. A avenida que você vai caminhar é a Quai des Etats-Unis, um ponto bem gostoso admirar a paisagem. O porto não é Fort Lauderdale, mas tem bastante barquinhos e alguns bem arrumados!

No caminho pela avenida, na parte mais elevada, encontramos um bebedouro natural onde conseguimos encher a garrafa de água (uma boa, já que estava bem quente nos dias que passamos por lá). Logo ao lado existe uma escada/elevador para subir em um mirante que faz parte de um parque (que incrivelmente ninguém havia mencionado). Dentro dele existe parquinho para crianças e algumas cachoeiras, vale o passeio! A vista dele, ainda mais elevada, é muito bonita.

Porto Parque com Cachoeira Vista do Mirante Vista do Mirante Praia de Nice

Gostariamos de ter visitado a Catedral Russa, mas estava em reforma, sem informações de quando finalizaria. Não é possível nem ver a parte externa, já que está com andaime por todos os lados e coberto com uma espécie de pano. Uma pena!

Como de costume, vou deixar no final de todos os posts de viagens os maps (quando tiver) que fizemos para a viagem!

Abraços,
Gui Mori

Mudanças estão vindo!

Antes tarde do que nunca, decidi fazer algumas mudanças no Blog. Como já não tenho tantas coisas para falar sobre o tratamento (uhuuul, já acabou faz mais de 5 anos), vou aproveitar para falar de várias outras coisas. Nos próximos dias vou fazer algumas modificações das categorias dos conteúdos, deixando separado, provavelmente, entre Geral (que vai incluir tudo, inclusive as coisas de saúde), Viagem, Empreendedorismo e Tecnologia!

Pretendo ter pelo menos uma atualização por semana, em qualquer um dos assuntos, começando pela próxima semana! Vou tirar o atraso de todas as viagens/lugares que visitei e não coloquei nada por aqui, então em breve muito mais conteúdo!

Abraços,
Gui Mori