Mônaco

Aproveitando que estavamos em Nice, visitamos o Principado de Mônaco, o segundo menor país do mundo (perdendo só para o Vaticano). Mas não se deixem enganar: a cidade é fantástica. Com seus moradores mais ricos que o Tio Patinhas e carrões desfilando pela cidade (boa parte Ferrari), a cidade é bem fácil de chegar! Pegamso um trem de Nice e em aproximadamente 20 minutos chegamos lá. O custo do trem, ida e volta, é por volta de €9,00 e sai, mais ou menos, a cada uma hora da estação de Nice.

Estação de Trem

Apesar de pequena e estreita, a cidade é bastante difícil e confusa, já que está em um morro bastante grande. No mapa tudo parece bastante perto, mas na maior parte das vezes é só impressão. A cidade conta com vários elevadores públicos para ajudar, ou se preferir você pode caminhar (bastante) em subidas e descidas! Para se encontrar por lá é bom estar com um mapa, ou perguntar! Tentamos marcar os elevadores no nosso mapa, mas não é tão preciso assim, e os elevadores também não são assim tão chamativos, vale prestar bastante atenção.

A hospedagem é bastante cara, então recomendamos ficar em Nice e passar meio dia/um dia em Monaco e depois voltar, sai mais barato, mesmo que queira ir mais de um dia para lá! A cidade como um todo (comida, museus e hospedagem) tem os preços bem elevados. Caso queira conhecer a cidade e fazer um tour geral (sem parar), na frente do Museu Oceanográfico tem um trenzinho chamado Azur Express que passa pelos principais pontos (sem você ter que caminhar). Algo que não nos avisaram é que podiamos descer no meio do passeio (basta avisar o motorista), mas depois não pode voltar e usar novamente. O preço para adultos é de €9,00 e para crianças €5,00.

Monaco Tours – Principality of Monaco Tourist Trains

Azur Express

O principal da cidade é o Cassino de Monte Carlo! Mas atenção: existem horários certos para se visitar destrambelhado (bermuda e camiseta), depois desse horário precisar estar em traje de gala! Se você só tem interesse em ver como é, recomendo ir nesses horários e ver como é lá dentro. São só as duas primeiras salas disponíveis para turistar, e não pode tirar foto. As apostar da mesas de blackjack e roleta são mais altas, então nem pensei em jogar absolutamente nada (já basta a cidade ser cara haha).

Cassino de Monte Carlo Cassino de Monte Carlo

Logo ao lado do Cassino temos o Cafe de Paris, um restaurante bastante caro, mas que meu pai convidou, a distância mesmo, eu e a Bru para comer alguma coisa. Tomamos uma taça de sorvete (já que o calor era absurdo) e dois refrigerantes. Pasmem, o valor da conta foi de €33! Isso mesmo, por volta de uns R$100~R$120! Mas valeu a experiência. E o lugar é bastante movimentado!

Cafe de Paris Cafe de Paris

Em um dos pontos mais altos da cidade existe o Jardim Exótico com plantas e árvores de vários lugares. Esse lugar é pouco comentado e não aparece no tour do trenzinho. A vista é bastante bonita e a paisagem vale a pena. Nos perdemos bonito para chegar lá, mas depois decobrimos que saindo da estação de trem, para a direita, tem um elevador público que leva para a avenida do jardim e fica uns 10 minutos caminhando. Como iamos passar por Paris, levamos alguns cadeados para colocar na Pont des Arts, e acabamos deixando um deles no Jardim! haha

Jardim Exótico Jardim Exótico Jardim Exótico Jardim Exótico Jardim Exótico Jardim Exótico Jardim Exótico Jardim Exótico Jardim Exótico

Um pouco mais afastado de tudo, passando pelo Cassino, mas próximo do mar, temos um calçadão da fama do Futebol, o Golden Foot. São diversos jogadores que receberam premiação, como Ronaldinho Fenômeno, Ronaldinho Gaúcho e Zico, mas não encontramos o pé do Pelé, e infelizmente encontramos do Maradona! Cada você, Pelé?!

Golden Foot Golden Foot

Por último visitamos o Museu Oceanográfico. São vários aquários e uma parte bem grande “seca”, com várias exposições e materias, algumas coisas são interativas. A exposição é bem grande, mas o preço é bastante elevado (Adultos €14; Crianças até 12 anos: €7;  Estudantes até 18 anos: €10). Os aquários são bem bonitos e tem tubarões, nemos (peixe palhaço), anêmonas e vários outros peixes.

Museu Oceanográfico Museu Oceanográfico Museu Oceanográfico Museu Oceanográfico Museu Oceanográfico Museu Oceanográfico

Abraços,
Gui Mori

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *