Quanto antes você descobrir… melhor!

Ouvi muito isso enquanto ajudava a Abrale, a Associação Brasileira de Linfoma e Leucemeia, durante a campanha Movimento Contra o Linfoma. Mas é claro que isso não se aplica só ao Linfoma, ou só ao câncer, mas para qualquer tipo de doença, ou até mesmo qualquer fato que possa colocar sua saúde em risco. Não foi apenas uma vez em que ouvi histórias de pessoas que se machucaram (principalmente pé e tornozelo) e deixaram passar – aguentando a dor – para depois descobrir que haviam fraturado ou acontecido algo do gênero e que não tinha mais o que fazer se não eperar.

Que fique claro que também não precisa virar um louco paranóico achando que a picada de um pernilongo vai te fazer morrer… NÃO! Mas é ficar atento aos sinais que o corpo dá para os diferentes problemas que podemos ter. Por exemplo, para o linfoma não-hodgkin, os sintomas mais comuns são:

  • Aumento dos gânglios linfáticos, com mais frequência nos linfonodos do pescoço, virilha, axilas, acima da clavícula;
  • Aumento do volume do abdômen;
  • Sensação de plenitude depois de pouco se alimentar;
  • Dor no peito, falta de ar, tosse ou sensação de pressão;
  • Suor noturno;
  • Fadiga…

No meu caso, eu tive tosse! E pronto… levou alguns dias, mas o não desaparecimento do sintoma me fez buscar o pronto-atendimento… o resto vocês já sabem! E para aquele velho ditado “Quem procura, acha”, a melhor resposta é: Quantos antes você achar, melhor! Se decoberto precocemente, e encaminhado para o tratamento correto, as possibilidades de cura aumentam drasticamente. Os linfomas podem chegar até a 90% de chance de cura e as leucemias 83%! É nessa hora que o slogan da Abrale faz muito sentido: “100% de esforço onde houver 1% de chance”! Não desistir NUNCA!

Para os que venceram: parabéns, guerreiros!
Para os que estão lutando: força!
Para os que tem medo: vocês não estão sozinhos!

A batalha não é fácil, continuem em frente!

Abraços,
Gui Mori

Perfeição da máquina

Lembro uma vez que estava conversando com um amigo meu da faculdade (que depois de se formar em administração decidiu fazer medicina e passou na primeira tentativa) sobre a perfeição da máquina que é o corpo humano. Ou melhor, sua quase perfeição, pois erros acontecem. As células se reproduzem de maneira MEGA complexa, edurante essa reprodução podem acontecer erros. Alguns erros são positivos, outros neutros… e alguns negativos, é assim que a coisa funciona.

É uma coisa mágica (hahaha)! Essas mutações podem levar a comportamento inesperado de divisão de células de forma incontrolada. Temos assim um … – wait for it – … câncer! Mas, se as células se dividem constantemente e geram por volta de 120.000 erros na replicação do DNA cada vez que fazem isso… como é que nem tudo vira algo ruim? Aí é que entra a perfeição da máquina… e do seu sistema de correção de erros (se é que podemos falar assim). O vídeo abaixo explica muito bem tudo isso, tem 9-10 minutos, mas vale muito a pena, encontrei enquanto lia no Gizmodo:

Espero que gostem!

Abraços,
Gui Mori

Dia Mundial de Combate ao Câncer

Já perdi as contas, mas tenho quase certeza que pelo menos uns 365 dias (nacionais, internacionais, contra o câncer, de combate, conscientização, de linfoma, de leucemia etc etc etc), ou seja, para cobrir o ano inteiro! haha chega até ser engraçado, mas porque tantos dias diferentes? Eu sinceramente não sei, mas como sou a favor de mais pesquisa, mais qualidade no atendimento, mais prevenção, tento lembrar de colocar sempre aqui uma mensagem nesses dias!

dia-mundial-de-combate-ao-cancer_700x250[1]Por um dia com mais iniciativas como a Abrale, AmigOH e diversas outras que existem por aí! Por um dia que as possibilidades de tratamento aumentem, e que o acesso (principalmente aqui no Brasil) seja mais fácil e para todos!

Abraços,
Gui Mori

Dia Mundial do Câncer

Eu diria “Dia Mundial do Câncer da Cura”! Data criada em 2005 pela UICC (União Internacional para o Controle do Câncer) para conscientização e derrubar mitos sobre a doença.

O INCA (Instituto Nacional do Câncer) divulgou hoje a previsão de novos casos da doença em 2014. Se os hábito continuarem os mesmo e nenhum investimento for feito, estima-se 576 mil novos casos. Até 2030 estima-se que no mundo serão 27 milhões de casos. Número alarmantes, principalmente sabendo que desses, 2/3 ocorrerão em países em desenvolvimento. Espero que a AMIGOH consiga trabalhar ativamente para minimizar esses números.

Com o intuito de colaborar com a campanha desse ano, seguem alguns mitos e verdades:

MITO: Guardar rancos pode causar câncer! Não há relação sustentada pela ciência, mas lidar positivamente com a doença a partir do diagnósitco aumenta a imunidade e ajuda no tratamento;

PARCIALMENTE VERDADEO câncer é hereditário. Só uma minoria é herditária, tal como no retinoblastoma. Alguns fatores genéticos podem deixar determinadas pessoas mais sensíveis a fatores ambientes que podem provocar o câncer;

MITO: O câncer é contagioso. Nem mesmo os cânceres causados por vírus não passam de uma pessoa para a outra, por contato;

MITO: Todo tumor é câncer. Nem todo tumor é câncer. Tumor corresponde ao aumento de volume observado em qualquer parte do corpo. Quando se dá por crescimento do número de células, ele é chamado neoplasia que pode ser benigna ou maligna. Ao contrário do câncer, que é neoplasia maligna, as neoplasias benignas têm seu crescimento de forma organizada, em geral lento, e o tumor apresenta limites bem nítidos. Elas tampouco invadem os tecidos vizinhos ou desenvolvem metástases;

Mais mitos e verdades você pode encontrar no seguinte link: http://noticias.uol.com.br/saude/album/2012/06/14/veja-mitos-e-verdades-sobre-cancer.htm#fotoNav=1

Algumas dicas sobre consumo de alimentos que podem ajudar: http://noticias.uol.com.br/saude/album/2013/07/02/alimentos-e-cancer-o-que-comer-moderamente-o-que-evitar-e-como-previnir.htm#fotoNav=1

(Foto: Marcos Estrella / TV Globo)(Foto: Marcos Estrella / TV Globo)

Feliz Dia Mundial do Câncer da CURA!

Abraços,
Gui Mori

If only for a second…

Tem certas coisas que muita gente nunca vai poder sentir… e espero que muita coisa continue assim! Esses dias vi um vídeo bem bonito que mostra a reação de pacientes de câncer após terem feito “cabelo” e maquiagem… e qual seria sua reação se você pudesse esquecer todos seus problemas por um segundo?

 Na mesma linha, encontrei um outro vídeo de um cara que saiu por aí de bailarina para tirar fotos dele, primeiro para ajudar sua esposa, mas depois virou um projeto para ajudar mulheres durante o diagnóstico e tratamento. O objetivo é bem simples: fazer as pessoas sorrirem para o tempo passar mais rápido.

Abraços,
Gui Mori

Hoje é dia de ficar careca!

E não é por causa do stress do dia a dia, ou por causa daquela prova que está chegando, ou dos vestibulares! Mas porque hoje é dia nacional de combate ao câncer!!! Segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer), a previsão de novos casos para 2012 era de mais de 518 mil casos! Não encontrei a previsão desse ano, mas com certeza esse número subiu.

Para os homens, o principal vilão o de próstata (30,8%), e para as mulheres a mama (27.9%). Porém, existem diversos outros tipos de neoplasias malignas! O Linfoma Não-Hodgkin (o tipo que eu tive) representa quase 2% desses novos casos, e prevenir ainda é a melhor terapia. As condições para diagnóstico melhoraram, assim como os tratamentos oferecidos.

Já ouvi diversas vezes das mais variadas pessoas que “quem procura acha”, e justamente por isso não procuram fazer o diagnóstico. No caso do meu linfoma, se diagnosticado correta e rapidamente, as chances de cura na primeira tentativa de combate ao câncer podem passar dos 90% e com o protocolo utilizado hoje, em caso de reaparecimento, as chances permanecem a mesma para uma segunda rodada.

Infelizmente o processo de diagnóstico pela rede pública ainda é muito precário, apesar das grandes mudanças no SUS para atendimento em até 60 dias. Soma-se ainda o fato das pessoas não quererem realizar o diagnóstico, e temos a combinação perfeita para um diagnóstico tardio e que possivelmente será mais complicado. Quem procura acha, e quanto antes você achar MELHOR!

A edição 20 da Revista da ABRALE do ano passado (http://www.abrale.org.br/uploads/files/abrale_20.pdf) tem uma matéria bastante interessante da página 24 até a 27 (páginas 13 e 14 do PDF) sobre mitos e verdades nesse assunto! Recomendo a leitura!

Como sou fã de desenho, não posso deixar de citar a campanha elaborada pelo GRAACC contra o câncer infantil: Carequinhas! Vários personagens, muitos dos quais fizeram parte da minha infância, ficaram carequinhas para ajudar na campanha contra o câncer infantil. O resultado foi fantástico!

Abraços,
Gui Mori