Quanto antes você descobrir… melhor!

Ouvi muito isso enquanto ajudava a Abrale, a Associação Brasileira de Linfoma e Leucemeia, durante a campanha Movimento Contra o Linfoma. Mas é claro que isso não se aplica só ao Linfoma, ou só ao câncer, mas para qualquer tipo de doença, ou até mesmo qualquer fato que possa colocar sua saúde em risco. Não foi apenas uma vez em que ouvi histórias de pessoas que se machucaram (principalmente pé e tornozelo) e deixaram passar – aguentando a dor – para depois descobrir que haviam fraturado ou acontecido algo do gênero e que não tinha mais o que fazer se não eperar.

Que fique claro que também não precisa virar um louco paranóico achando que a picada de um pernilongo vai te fazer morrer… NÃO! Mas é ficar atento aos sinais que o corpo dá para os diferentes problemas que podemos ter. Por exemplo, para o linfoma não-hodgkin, os sintomas mais comuns são:

  • Aumento dos gânglios linfáticos, com mais frequência nos linfonodos do pescoço, virilha, axilas, acima da clavícula;
  • Aumento do volume do abdômen;
  • Sensação de plenitude depois de pouco se alimentar;
  • Dor no peito, falta de ar, tosse ou sensação de pressão;
  • Suor noturno;
  • Fadiga…

No meu caso, eu tive tosse! E pronto… levou alguns dias, mas o não desaparecimento do sintoma me fez buscar o pronto-atendimento… o resto vocês já sabem! E para aquele velho ditado “Quem procura, acha”, a melhor resposta é: Quantos antes você achar, melhor! Se decoberto precocemente, e encaminhado para o tratamento correto, as possibilidades de cura aumentam drasticamente. Os linfomas podem chegar até a 90% de chance de cura e as leucemias 83%! É nessa hora que o slogan da Abrale faz muito sentido: “100% de esforço onde houver 1% de chance”! Não desistir NUNCA!

Para os que venceram: parabéns, guerreiros!
Para os que estão lutando: força!
Para os que tem medo: vocês não estão sozinhos!

A batalha não é fácil, continuem em frente!

Abraços,
Gui Mori

Animações

O Hospital Albert Einstein tem um canal muito interessante no YouTube. Eles colacam diversos vídeos sobre os mais diferentes temas, inclusive de animações explicativas – revisadas pelos próprios médicos. O Minhas História são vídeos de pacientes que se trataram no Einstein, ou tiveram sua vida mudada por ele. Foi um dos lugares que contei a minha história (e quando eu ainda tinha mais cabelo haha).

Mas uma das coisas mais interessantes que eles colocam lá são as animações simples e explicativas. Na semana passada, logo depois que postei o vídeo falando sobre mutações e a perfeição (de executar tarefas) do corpo, eles colocaram quatro vídeos da Oncologia que achei bastante interessante para compartilhar:




Acho importante dizer, sobre o último vídeo, que é legal as crianças brincarem (e os adultos também), claro que com suas limitações por conta do tratamento. Mas o simples fato de alterar um pouco a rotina para coisas mais prazerosas ajuda muito a deixar o processo mais tranquilo para todos!

Abraços,
Gui Mori

Toda ajuda conta!

Sempre me perguntaram como aguentei todo o tratamento durante o Linfoma que tive há mais de dois anos, afinal, ninguém é de ferro! Mas é bastante simples: toda ajuda conta, começando por mim mesmo.

Todos sabem muito bem que eu sempre disse que força vinha 80% de mim e 20% da minha família! Mas que esses 80% são impossíveis de serem atingidos se os 20% não forem encontrados. E de onde vem esses 20%? Fácil, de pequenos gestos de pessoas próximas! Desde uma pequena visita no hospital para ver como estão as coisas (nem que seja só uma vez e bem rapidinha), até você ouvir que alguém que você gosta tanto seria capaz de desistir de um emprego só para poder ficar do seu lado, como ouvi meu irmão dizer!

As vezes a ajuda pode vir quando você menos espera, quando estava discutindo com minha mãe e ela disse que por mim “ela limpava o ar até o último vírus”, só para eu poder sair por aí sem me preocupar.

Como toda ajuda conta, estou aqui hoje para divulgar uma campanha da ABRALE! Como todos sabem, a ABRALE ajuda pacientes e familiares de Linfoma e Leucemia no Brasil TODO! Conheço bem o trabalho deles, e não divulgaria se não acreditasse na proposta! Durante meu tratamento tive acesso à tudo, mas muitos não possuem, e a ABRALE está aí para isso: apoio psicológico, advogados, palestras, dicas e muito mais! A ABRALE me ajudou indiretamente, dando apoio à minha mãe nos momentos difíceis, e hoje ela ajuda com trabalho voluntário. Meu pai também acredita nesse projeto, então realiza doações anualmente para esta causa!

Vocês lembram do Reynaldo Gianecchini, né? Claro, quem não lembra! Ele também ajuda a ABRALE fazendo toda a campanha GRATUITAMENTE, assim como eu e muitas outras pessoas envolvidas!

Ajudem a ABRALE, acessem e doem o quando quiser e puder! Afinal, TODA AJUDA CONTA!

Abraços,
Gui Mori

One Year Later: Fim do tratamento

One Year Later

One Year Later

Uhuuuul!!! Para quem não sabe, 365 dias atrás, algumas horas mais tarde, estaria eu fazendo minha última radioterapia!

Hoje, faz exatamente um ano que o tratamento acabou! Hoje, faz exatamente um ano que muita coisa mudou!

Não sei bem o que falar além de agradecer o apoio e a força de todos para conseguir superar esse obstáculo!

Abraços,
Gui Mori

Agora sim chegou…

… um ano que acabou a quimioterapia! Mais uma vez: quem diria, passou rápido não?! (Mas só para não perder o costume) Só porque não era a veia de vocês!!! hehe

Nesse tempo algumas pessoas me perguntaram o que eu sentia: tirando os três ou quatro dias depois da quimio, sentia preguiça e muitas das vezes fome, hahahahaha! Nesses dias eu sentia tudo: dor de cabeça, náusea, tontura, dor de estômago, dor de barriga, ânsia, sono… definido como “zoado”. Era engraçado: acordar, levantar, cair no sofá, levantar, dormir na cama…. rotina meio sedentária, né?

A última quimio foi a 3029 dias, 8 horas, 0 minutos, 14 segundos atrás, !!!

Cheguei nesse blog com três linfomas, termino essa fase (e continuo com o blog) sem linfoma nenhum (e a cicatriz diminuindo cada vez mais), com uma família perfeita, de carro, com meu negócio próprio, uma namorada maravilhosa e, o melhor de tudo, tudo isso junto em um pacote só! Se soubesse que teria tudo isso de bom depois disso tudo, não teria reclamado tanto! Coitada da minha mãe que teve que me aguentar todos os dias.

Lembro, ou melhor, penso todos os dias (não esqueci) do dia que minha mãe me disse: “por você eu limparia o ar até tirar o último vírus” depois de uma leve discussão no carro. Se as pessoas dizem que sou um anjo, não faço idéia do que possa ser minha mãe! Alguma sugestão? Ou “mãe” já explica tudo?

Nesse caminho descobri que esse problema está mais próximo do que imaginamos. Descobri que umas 4 ou 5 pessoas próximas tiveram ou estão tratando de câncer e, assim como eu, a maioria já terminou o tratamento. Quem ainda não terminou, vai terminar rapidinho e tudo vai voltar ao normal. Não sei ao certo se consegui ajudar essas pessoas, mas com certeza tentei ao máximo. Queria eu poder fazer que ninguém mais tivesse isso, infelizmente não é possível. Por outro lado, sei que consigo animá-las por mostrar que hoje já está tudo bem e que: tudo passa.

Não canso de dizer e nem de ter de repetir várias vezes: estou à disposição para conversar sobre o assunto e tentar ajudar com o que puder. Se eu não souber a resposta, com certeza irei atrás dela.

Olhando para trás

Esses dias eu parei para olhar os posts mais antigos. É de fato bem interessante. Foi incrível como essas pessoas:

Eu mais careca do que nuncaMeu irmão - FelipeMeu irmão - FábioAmigo da FGV - CaiuxoAmigo da FGV - EnzoMeu Primo - RaphaJá era careca - RogérioJá era careca - RobertoJá era quase careca - Smeke

sem ter que pedir, implorar, pagar… por um simples ato de solidariedade fizeram isso por mim:

Proud to know you all!

Linphonumbers

  • Sessões de quimioterapia: 6
  • Sessões de radioterapia: 20
  • Agulhas usadas até o momento (aproximado e inclui as agulhas para biópsia): 95+
  • Picolés de limão (aproximado): 30+
  • Tempo perdido no trânsito: incalculável
  • PET Scans: 3
  • Tomografias: 6
  • Litros de Contraste: nem idéias, mas o que eu tomei eram horríveis!
  • Mensagens: 139
  • Comentários: 724
  • Vídeos: 15
  • Fotos: 40+
  • Viagens: Cancun, Curaçao e Barcelona here we go!
  • Vezes que senti medo: 0
  • Vezes que senti medo (sinceramente): poucas
  • Vezes que deixei de sentir medo por causa de vocês: incontáveis
  • Vezes que sorri para não deixar de ver vocês sorrirem: infinitas
  • Visitas únicas no blog: 10.000+
  • Páginas visualizadas: 21.500+
  • Países: 32 (ver mapa)
  • Vontade de repetir tudo isso: nula! Mas tenho vontade de repetir os passeios, as viagens e os picolés de limão!
  • Total de dinheiro investido: não queiram saber!!!

O que fica?

A lição de entender o que é a vida e que devemos aproveitá-la. Como adoro o texto “O Menestrel”, aqui vai mais um trecho:

Aprende que o tempo não é algo que possa voltar.

Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, em vez de esperar que alguém lhe traga flores.

E você aprende que realmente pode suportar… que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida! Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar se não fosse o medo de tentar.

Além disso, essa semana estava comprando o presente de aniversário da minha namorada e vi a seguinte frase:

Pedras no caminho? Guardo todas um dia vou construir um castelo

Dear Family

(once again)
There is something I want to say
You’ve been a great family
You helped me so often to see the bright side of my problems
That I never think of you having them
I just want you to know
That you are one in a million!
When life knocks you down
You can choose whether or not
To get back up!
Well… just remember that
I will do my best to get you up!
Thanks for everything!

Respondendo aos Comentários

Bru says:

Adorei as novidades dos exames que mostram que vc está cada dia melhor!!!
Adorei a mensagem especial do meu aniversário!!!
Adorei passar os ultimos três dias praticamente inteirinhos com você!!!
E vou adorar comemorar o que “está chegando”, pq eu sei o que é! hahaha
TE AMO!
Bjao!

To ficando cada dia melhor porque to tendo ajuda de uma super mãe, uma super namorada e uma super família!!

Daí não tem nem graça… fica fácil!!!

Fafafafafafa fafa pokerface! says:

5 cm? po guizao… abaixo da media nacional!

Hahaha não muda as piadas? pooo! hahahhaa

Graça says:

Nossa só alegria…………………mesmo ausente continuo na torcida…………….até porque a mama sempre atualiza as boas novas.
um super abraço
Graça

Pô.. por um momento achei que você estava viajando de novo! Já ia reclamar que não me levou! hahahahha

Abraços,
Gui Mori